Nietzsche Educador

June 11, 2017

 

Além de filósofo, Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844-1900) foi filólogo, crítico da cultura, poeta, compositor e – do meu ponto de vista – um educador “imenso”.  

 

Um olhar sobre Nietzsche como educador faz emergir a ideia e a importância da associação entre a filosofia e a arte na educação. A filosofia questiona, faz perguntas que conduzem a um aprendizado, enquanto a arte cria, abre espaço para o novo, o que por sua vez possibilita novos aprendizados.

 

Um dos discursos do personagem Zaratustra, o “Das Três Transformações”, no livro “Assim Falou Zaratustra”, apresenta uma tipologia que aponta para o mais alto aprendizado que o ser humano pode alcançar. Assim, recomendo a todo arte-educador a leitura dessa obra.

 

Há disponíveis na Internet vários artigos com interpretações e comentários sobre os escritos de Nietzsche – que, aliás, considero da mais refinada arte.  

 

O filme longametragem “O Camelo, o Leão e a Criança”, que produzi e dirigi, se baseia nessa tipologia nietzschiana, associando-a a estudos psicanalíticos contemporâneos e histórias reais de três personagens. O filme está disponível ao leitores do blog Container Cultural, bastando enviar um e-mail para pauloblitos@gmail.com com o assunto “Quero ver O Camelo, o Leão e a Criança”.

 

A quem tenha dificuldade em lidar com a linguagem não convencional do filme ou deseje aprofundar a reflexão, sugiro ver também – antes mesmo de assistir ao filme – a esses dois links, que são muito esclarecedores:

 

Texto da jornalista Joanita Ramos, comentando o filme (clique aqui).

 

Entrevista dada ao jornalista Carlos Debiasi na TV UFPR (clique aqui).

 

 

Paulo Blitos

Cineasta, ator e consultor do Projeto Container Cultural.

pauloblitos@gmail.com

 

Share on Facebook
Please reload

Categorias
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle